Oração aos Suicidas

Com amor fraternal e humildade, convidamos você à fazer parte da oração diária, à Nossa Senhora e aos seus Servos, em benefício dos nossos irmãos suicidas, que sofrem os resultados horrendos, no Invisível, dos seus atos enlouquecidos e irrefletidos, após terem arrancado suas próprias vidas corpóreas, sem sequer, por um segundo de fé, dirigir suas dores ao Pai.

Recolha-se em oração, às 18h00 do seu país, e dirija seus pensamentos mais elevados à Mãe Santíssima e seus trabalhadores da Legião dos Servos de Maria, rogando ajuda aos desventurados irmãos suicidas.

Mãe de amor e misericórdia,
Rogamos resgate e proteção;
Aos nossos pobres irmãos suicidas,
Presos às trevas torturantes do coração.

Pedimos que seu véu de luz safirina,
Agasalhe cada réproba criatura;
Que sofre os horrores do ato hediondo,
Como ovelha desgarrada na infeliz aventura.

Mãe amantíssima de bondade eterna,
Que estas súplicas no infinito retumbem;
Em benefício e socorro dos imprudentes,
Que no caminho do mal sucumbem.

Aos irmãos maculados clamamos,
O seu amparo maternal;
Que a nenhum de nós abandona,
Em qualquer estágio do mal.

Cândida Maria de Nazaré,
Receba essa humilde oração;
Como um pedido de criança,
Que vela pelo seu irmão.

Amém!

***********************************************************************
 “... a Prece, como vistes, externada com amor e veemência em favor de um suicida, é o sacrossanto veículo que carreia, em qualquer tempo, inestimáveis consolações, mercês celestes para aquele desafortunado, porquanto é um dos valiosos elementos de socorro estatuídos pela citada lei* em favor dos que sofrem, elemento com o qual ela conta a fim de acionar vibrações balsamizantes necessárias ao tratamento que a carência do mártir requer, constituindo, por isso mesmo, erro calamitoso a negativa, por parte das criaturas terrenas, desse ato de solidariedade, interesse e beneficência, pela injusta suposição de que seria inútil sua aplicação por irremediável a desgraçada situação dos suicidas! A Prece, ao contrário, torna-se ato de tão louvável e prestimosa repercussão, que aquele que ora, por um de vós, faz-se voluntário colaborador dos obreiros da Legião de Maria, coadjuvando seus esforços e sacrifícios na obra de alívio e reeducação a que se devotaram!”
* “...lei de amor e fraternidade, que manda pratiquemos todo o bem possível, fazendo ao próximo o que desejaríamos que ele nos fizesse, lei que no Invisível esclarecido é amorosa e rigorosamente observada!”

(Trecho do livro “Memórias de um Suicida”, pelo Espírito Camilo Castelo Branco, psicografia de Yvonne A. Pereira, onde um grupo de suicidas em reeducação recebe ensinamentos e instruções.)

Fraternalmente,

Refletindo o Espiritismo

Leia: http://refletindooespiritismo.blogspot.com/2013/07/suicidio-um-penoso-engano.html

No comments:

Post a Comment